quinta-feira, 18 de abril de 2013

A resistência no método Kabat


>





“Facilitação” é tornar fácil, “Neuromuscular”, que envolve músculos e sistema nervoso, e “proprioceptiva”, que se relaciona com receptores sensoriais que informam sobre o movimento e posicionamento corporal.

A partir disso temos um enfoque terapêutico sempre positivo, com uma abordagem global e buscando facilitar o paciente a alcançar seu mais alto nível funcional.

O método também se apóia em alguns procedimentos básicos:

Resistência: usada para facilitar a contratilidade muscular, aumentar o controle motor, aumentar a força muscular, ajudar o paciente a adquirir consciência dos movimentos e tornar o reflexo de estiramento efetivo. A quantidade de resistência aplicada deve ser “ótima”, ou seja, deve estar de acordo com as condições do paciente.

A promoção ou exacerbação da dor deve ser evitada pelo terapeuta, já que ela funciona como um inibidor da coordenação motora e é sinal de lesão eminente.

A resistência pode ser isotônica concêntrica, excêntrica ou mantida (paciente têm intenção me produzir movimento bloqueado pelo terapeuta), ou ainda isométrica.

Você conhece o nosso Drive Virtual de Conteúdo spbre Terapia Manual? Clique aqui e conheça!

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário