quinta-feira, 31 de julho de 2014

Video: As diagonais do método Kabat no membro inferior


>









Os membros inferiores possuem duas diagonais não simétricas entre si, cujo eixo de movimento está no quadril:

- Diagonal primitiva: Flexão – abdução – rotação interna e extensão – adução – rotação externa;

- Diagonal funcional: Flexão – adução – rotação externa e extensão – abdução – rotação interna.

Os padrões de membros inferiores também incluem variantes com flexão e extensão de joelhos.

POSIÇÃO DO PACIENTE: próximo à borda lateral da maca, em decúbito dorsal, com a coluna em posição neutra (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007).

POSIÇÃO DO TERAPEUTA: ao lado da maca, do mesmo lado do membro a ser trabalhado, em diagonal, com braços e mãos alinhados com o movimento (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007).

CONTATOS MANUAIS: posicionadas de modo a resistir à direção do movimento, a região lateral da mão irá resistir ao componente rotacional.

RESISTÊNCIA: forma um arco em direção à posição inicial (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007).

SEQUÊNCIA NORMAL: componente distal (tornozelo e pé) → rotação do quadril e do joelho acompanham rotação do pé → componente proximal (quadril) (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007).

COMPONENTE MUSCULAR: tensor da fáscia lata, reto femoral, glúteos médio e mínimo, quadríceps, fibular terceiro, extensor do hálux, extensor dos dedos (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007, KENDALL, 1995).

CONATOS MANUAIS:

- Mão distal: dorso do pé do paciente, dedos na borda lateral e polegar na borda medial.

- Mão proximal: superfície ântero- lateral da coxa, logo acima do joelho, dedos na face anterior e polegar na face lateral (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007).

COMANDO VERBAL: levante os dedos e o pé (ou pé para cima,) gire o calcanhar para mim com toda a perna ou levante a sua perna e leve-a para fora.

COMPONENTE MUSCULAR: adutor magno, glúteo máximo, isquiotibiais e rotadores externos, quadríceps, gastrocnêmios, solear, tibial posterior, flexor do hálux e flexor dos dedos (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007, KENDALL, 1995).

CONATOS MANUAIS:

- Mão distal: superfície plantar do pé, com o polegar na base dos dedos do pé.

- Mão proximal: embaixo da coxa, na superfície póstero-medial. (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007).

COMANDO VERBAL: pise na minha mão, leve a perna em direção ao pé oposto ou ponta do pé para baixo, leve sua perna para baixo e para dentro ou ainda abaixe os dedos e o pé, gire o calcanhar para longe de mim, leve para baixo junto com a outra perna.

COMPONENTE MUSCULAR: ilíaco, psoas maior, adutores, sartório, pectíneo, reto femoral, quadríceps, tibial anterior, extensor do hálux, extensor dos dedos (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007, KENDALL, 1995).

CONTATOS MANUAIS:

- Mão distal: sobre o pé do paciente, com dedos na borda medial e polegar na borda lateral.

- Mão proximal: superfície antero-medial da coxa, imediatamente acima do joelho. (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007).

COMANDO VERBAL: levante os dedos e o pé, leve a perna para cima e para dentro ou pé para cima, leve a perna em direção à orelha oposta.

COMPONENTE MUSCULAR: glúteo médio, glúteo máximo, isquiotibiais, quadríceps, gastrocnêmios, solear, fibular longo e curto, flexor do hálux, flexor dos dedos (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007, KENDALL, 1995).

CONATOS MANUAIS:

- Mão distal: superfície plantar, polegar na base dos dedos do paciente.

- Mão proximal: superfície póstero-lateral da coxa (ADLER, BECKERS E BUCK, 2007).

COMANDO VERBAL: pise na minha mão, leve a perna baixo e para fora.

Você conhece o nosso Drive Virtual de Conteúdo spbre Terapia Manual? Clique aqui e conheça!

Comente:

Nenhum comentário:

Postar um comentário